[Centro de recursos]     [Formação]     [Ateliers]     [e-Revista]     [Início] 

 

 

Ozarfaxinars

e-revista  ISSN 1645-9180

Direção: Jorge Lima   Edição e Coordenação: Fátima Pais

 

[Outros números publicados]

 

 

___69___

Maio 2017

 

Pedagogia empreendedora: Programa Brincadores de Sonhos

Jacinto Jardim

 

Dedicamos este número ao Programa Brincadores de Sonhos da autoria de Jacinto Jardim que desenvolveu, este ano letivo, no CFAE_Matosinhos em parceria com a CMM - Câmara Municipal de Matosinhos, o curso de formação C611. Pedagogia empreendedora: Programa Brincadores de Sonhos.

 

 

Manuel JACINTO de Ascensão JARDIM é especialista em Ciências da Educação, Pós-doutorado em Educação para o Empreendedorismo (Universidade de Lisboa, Universidade Católica Portuguesa, Universidade de Aveiro, 2008-2014); Doutorado em Ciências da Educação (Universidade de Aveiro, 2007); Mestre em Ciências da Educação (Universidade Católica Portuguesa, 2003); Licenciado em Teologia (Universidade Católica Portuguesa, 1993); e Licenciado em Ciências da Educação (Universidade Pontifícia Salesiana, Roma, 1996). Realizou certificação em Coaching pela International School of Professional Coaching (Porto) e é detentor de um know-how teórico-prático no que se refere à formação de professores e de líderes, por se centrar em matérias menos habituais, como o coaching, o autoconhecimento, o desenvolvimento de competências pessoais e sociais e a pedagogia empreendedora, com vista à construção de “organizações onde reinam pessoas felizes”. É atualmente Coordenador do Gabinete de Educação para o Empreendedorismo, Coaching e Cidadania no contexto da Cátedra Infante Dom Henrique da Universidade Aberta.

 

 

O programa Brincadores de Sonhos

 

Dada a relevância do empreendedorismo na sociedade atual, impõe-se uma educação que desenvolva o espírito empreendedor junto das gerações mais jovens. Nesse sentido, muitas diretrizes educativas, tanto ao nível europeu como ao nível nacional, apontam para a premência da promoção das soft skills e da cultura do empreendedorismo, nomeadamente ao nível do primeiro e segundo ciclos.

 O Programa Brincadores de Sonhos tem como destinatários privilegiado as crianças dos 6 aos 12 anos e propõe-se trabalhar dez atitudes conducentes ao sucesso pessoal, social e profissional. Visa, essencialmente, a aquisição de competências para uma vida criativa, inovadora e participativa. Para isso justifica-se a formação de professores com base na obra Brincadores de Sonhos — Roteiro para Docentes e Formadores, que habilitará os formandos à condução das doze sessões do programa, com base num quadro pedagógico coerente da educação para o empreendedorismo e numa fundamentação teórica consistente do desenvolvimento de competências.

 

O programa em 12 sessões

 

Sessão 1. Apresentação - O Portão Mágico

Introduzir as crianças no castelo dos sonhos através do Portão Mágico, apontando para o desenvolvimento de uma cultura empreendedora

 

Sessão 2. Autoconhecimento - O Castelo dos Sonhos

Identificar os sonhos que cada um dos participantes gostaria de ver realizado.

 

Sessão 3. Autoestima - A Sala dos Espelhos

Identificar, refletir e valorizar os talentos pessoais.

 

Sessão 4. Autorrealização - O Terraço da Felicidade

Descobrir a alegria de concretizar um objetivo.

 

Sessão 5. Empatia - A Fábrica dos Brinquedos

Aperfeiçoar a capacidade de escutar atentamente quando alguém fala.

 

Sessão 6. Assertividade - A Oficina das Emoções

Identificar situações em que se tem necessidade de expressar emoções.

 

Sessão 7. Suporte social - A Escada da Amizade

Reconhecer estratégias para apoiar e ser apoiado.

 

Sessão 8. Criatividade - O Mealheiro das Poupanças

Tomar consciência da relevância da literacia financeira no mundo atual.

 

Sessão 9. Cooperação - A Mesa da Partilha

Desenvolver a Consciência de que o trabalho em equipa é assaz produtivo.

 

Sessão 10. Liderança - O Farol

Compreender a importância de saber liderar e de saber ser liderado.

 

Sessão 11. Resiliência - A Cave

Perceber que a superação de dificuldades fortalece a pessoa.

 

Sessão 12. Conclusão - A Janela do Agir

Definir uma atividade empreendedora ou um projeto empreendedor a ser criado, liderado e avaliado pelas próprias crianças.

 

 

O hino do programa

[Texto do hino]

 

 

A ação de formação

 

Decorreu no CFAE_Matosinhos, em 2016-17, em parceria com a CMM - Câmara Municipal de Matosinhos, o curso de formação Pedagogia empreendedora: Programa Brincadores de Sonhos.

[Descritivo da ação]

 

Apresentam-se de seguida trabalhos produzidos por formandos

que exercem funções no AE Abel Salazar - S Mamede Infesta e que destacamos.

 

[Na escola sem stress]

Alexandra Isabel Martins Gonçalves Pinho

 

[Projeto Teias de Sonho]

Maria do Sameiro Oliveira Magalhães

 

[Futura Turma Empreende]

Joana Mafalda da Silva Tavares

 

[Vaivém dos afetos]

Isabel Sofia de Freitas Madureira

 

 

O programa em livro

 

 

A importância do empreendedorismo é notória na sociedade atual. Daí o imperativo de uma educação que estimule a inovação e a

criatividade nas gerações mais jovens. O Programa Brincadores de Sonhos visa promover nas crianças (sobretudo dos 3º e 4º anos de escolaridade) as competências, as emoções e os valores dos empreendedores. [Ler mais]

 

 

Educação para o empreendedorismo

Documentos de referência

 

 

Vídeo tutorial para a implementação de projetos de educação para o empreendedorismo nas escolas. (Fonte: DGE)

 

[Programa Estratégico para o Empreendedorismo e a Inovação +E +I]

Apresenta o Programa Estratégico para o Empreendedorismo e a Inovação que visa estimular o empreendedorismo e a inovação em Portugal, com forte envolvimento da sociedade civil.

 

[Guião «Promoção do Empreendedorismo na Escola»]
Ministério da Educação, DGIDC. Lisboa, 2007

Divulga propostas para o desenvolvimento de iniciativas empreendedoras nas escolas, nos ensinos básico e secundário, com carácter educativo e formativo estrutural. Apresenta o enquadramento histórico das principais orientações nacionais e europeias para a educação para o empreendedorismo, sistematiza conceitos diferenciadores, aborda eixos temáticos e sugere estratégias de operacionalização de atividades que promovam as competências e o espírito empreendedor nas escolas.

 

[Plano de Ação Empreendedorismo 2020: Relançar o espírito empresarial na Europa]

Comunicação da Comissão Europeia ao Parlamento Europeu, ao Conselho, ao Comité Económico e Social Europeu e ao Comité das Regiões. Bruxelas, 2013.

 

[Relatório da Rede Eurydice. Luxemburgo, 2016 (Em inglês)]

Últimos desenvolvimentos da educação para o empreendedorismo nas escolas europeias. Contém informações relativas aos 33 países que participaram na Rede Eurydice durante o período de 2014/15.

 

Para acesso a mais documentação consultar

 [página dedicada à Educação para o empreendedorismo da DGE]

 

 

Outras leituras

 

Jardim, Jacinto. 10 Competências Rumo à Felicidade - Guia prático para pessoas, equipas e organizações empreendedoras.

Ed. Instituto Piaget. Lisboa 2012. ISBN 978-989-659-099-4

 

Jardim, Jacinto e José Eduardo Franco. Portugal empreendedor.

Ed. INCM - Instituto Nacional - Casa da Moeda.  ISBN: 978-972-27-2191-2

 

 

 

 Agradecemos, desde já, a sua opinião sobre este número - ozarfaxinars@gmail.com

 

 

© CFAE_Matosinhos